Detalhes e Pormenores

Archive for the ‘Comunicação’ Category

(imagem da net)

“Emoções

Conheces-me?

Sou o que vês…o que me rodeia

um pouco mais talvez

o que ainda não vês.

Vem mais perto…sem pressa.

Sabes para quê?

É nos pormenores

que te revelo os meus segredos.”

Li num saco de papel, daqueles que nos fornecem quando vamos às compras – mas fez-me lembrar um convivente significativo internado, com a vida por um fio…vestido com um pijama que não é o seu, que me pergunta: conheces esta gente? arranjas mais um pacotinho de açucar? É que gosto das coisas docinhas.

Hoje, conversamos mais um pouco, porque estava menos cansado e o seu pensamento centrava-se na suposta falta de educação para os afectos – de pais para filhos, e de como esse factor, a falta de afectividade, se vai reflectir na vida futura das pessoas. Nos primeiros amores e nos amores eleitos na vida adulta, assim como naqueles que nos cuidam e de quem cuidamos…mesmo em cuidado profissional, ou não fosse a relação de cuidado que se estabelece, a essência da enfermagem…

Analogias!!!

Anúncios

Não à:

Discriminação

Injustiça

Conflito

Pelo que:

Será que ainda alguém tem dúvida sobre o papel central do Enfermeiro como parte integrante de uma vasta equipa de saúde e como um dos actores imprescindíveis no seio do Sistema Nacional de Saúde?

Se o caminho é a Greve Geral…A União faz a Força!!

O comunicador eficiente pensa antes de falar. Depois de saber exactamente o que quer dizer, escolhe palavras simples e claras para transmitir as suas ideias e os seus sentimentos.

Não se pode usar a mesma linguagem junto de superiores e subordinados, adultos e crianças. O nível de linguagem pode e deve ser adaptado ao ouvinte, estar de acordo com o seu estatuto social, a sua cultura, a sua idade e a sua experiência. De qualquer modo, palavras simples são menos traiçoeiras para quem fala e garantem melhor compreensão por parte de qualquer ouvinte.

A simplicidade é a base da comunicação. Já Aristóteles recomendava “Pense como as pessoas sábias, mas fale como as pessoas simples.” O bom comunicador pode brincar com as palavras, mas nunca sacrifica a clareza. Há que ter consciência de que há muitas interferências no processo comunicacional, como afirmou Goethe “Ninguém falaria tanto na presença dos outros, se soubesse quantas vezes é mal interpretado.”.

Muitas vezes os ouvintes filtram a mensagem em função das suas motivações, dos seus valores e dos seus preconceitos. Escutam apenas aquilo que lhes interessa.

Numa palavra – prudência, como nas palavras de Platão: “Os prudentes falam, porque têm qualquer coisa para dizer; os insensatos, porque gostariam de dizer qualquer coisa.”


Setembro 2017
S T Q Q S S D
« Jun    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  
Pudera eu ter o dom de um poeta ou músico... para ser capaz de colocar em verso ou melodia o sentimento e o valor de uma amizade!

Flickr Photos

Páginas

Os mais clicados

  • Nenhum