Detalhes e Pormenores

Archive for Outubro 2009

683784105B33451E888049B377C1F30C12

O que chamamos belo é o que na realidade afecta a nossa sensibilidade de um modo inusitado, raro, raridade proveniente da intensidade com que, afectando-nos, nos revela simultaneamente algo da natureza do ser humano, estimulando o que em linguagem fenomenológica apelidamos de vivências.

Anúncios

BA25F3E39CAB4E579316B3651CE5E84455

Nurse’s Song

 When the voices of children are heard on the green,
And laughing is heard on the hill,
My heart is at rest within my breast,
And everything else is still.
“Then come home, my children, the sun is gone down,
And the dews of night arise;
Come, come, leave off play, and let us away,
Till the morning appears in the skies.”

“No, no, let us play, for it is yet day,
And we cannot go to sleep;
Besides, in the sky the little birds fly,
And the hills are all covered with sheep.”
“Well, well, go and play till the light fades away,
And then go home to bed.”
The little ones leaped, and shouted, and laughed,
And all the hills echoed.

William Blake

 

A Nurse’s Prayer

Nursing is much more to me.
My job is more than passing pills.
making money or paying bills.
More rewarding than one could ever know,
for I m allowed were few others go.
I take my role quite seriously,
I know the trust you have given me.
I pray for you, while I pray you see,
and ask God s presence to shine through me.
I sometimes enter your life with grace,
at other time s with unexpected haste.
To intervene at your time of need
with bits of comfort, your soul to feed.
Your sickness I treat with pills and IVs,
in hopes that I shorten the length of disease.
My touch is gentle, His love to convey,
and whisper “God bless you” as I pass your way.
The impact I have on your life,
may be small,
but I forfeit the chance,
if I say nothing at all.
When you and I meet
it is when you re in need.
An opportune time
to plant God s Holy seed.
When my shift is over
and my charting is done,
I hope with God s love,
I’ve touched at least one.

I do all the things
that all nurses do,
and pray while I do it
that God touches you.

Sharon Kindell, R.N.

Co m cabelos

(imagem da net)

De A a Z, para escolher – a que eu mais gosto é Sesquipedalofobia, que significa medo de palavras grandes :):

A
· Abissofobia – medo de abismos, precipícios.
· Ablepsifobia – medo de ficar cego
· Ablutofobia – medo de tomar banho.
· Acarofobia – medo de ter a pele infestada por pequenos organismos (ácaros).
· Acerofobia – medo a produtos ácidos.
· Acluofobia – medo ou horror exagerado à escuridão.
· Acrofobia – medo de altura.
· Acusticofobia – medo relacionado aos ruídos de alta intensidade.
· Aeroacrofobia – medo de lugar aberto e alto.
· Aerodromofobia – medo de viagens aéreas.
· Aerofobia – medo de ventos, engolir ar ou aspirar substâncias tóxicas.
· Aeronausifobia – medo de vomitar (quando viaja de avião).
· Afobia – medo da falta de fobias
· Agliofobia – medo de sentir dor.
· Afefobia – medo de ser tocado.
· Agorafobia – medo de lugares abertos, de estar na multidão, lugares públicos (mercados, shopping, supermercados) ou deixar lugar seguro.
· Agrafobia – medo de abuso sexual.
· Agrizoofobia – medo de animais selvagens.
· Agirofobia – medo de ruas ou cruzamento de ruas.
· Aicmofobia – medo de agulhas de injeção ou objetos pontudos.
· Ailurofobia – medo de gatos.
· Algofobia – medo de dor.
· Altofobia – medo de alturas
· Amatofobia – medo de poeiras
· Amaxofobia – medo mórbido de se encontrar ou viajar dentro de qualquer veículo de transporte.
· Ambulofobia – medo de andar
· Amnesifobia – medo de perder a memória.
· Ancraofobia ou Anemofobia – medo de correntes de ar
· Androfobia – medo de homens
· Analofobia – medo de buracos escuros
· Anemofobia – medo de ventos
· Anginofobia – medo de engasgar
· Antropofobia – medo de pessoas ou da sociedade
· Antlofobia – medo de enchentes
· Anuptafobia – medo de ficar solteiro (a)
· Apeirofobia – medo de infinito
· Apifobia – medo de abelhas
· Aracnefobia ou Aracnofobia – medo de aranhas
· Aritmofobia – medo de números
· Arrenfobia – medo de homens
· Assimetrofobia – medo de coisas assimétricas
· Astenofobia – medo de desmaiar ou ter fraqueza
· Astrafobia ou astrapofobia – medo de trovões e relâmpagos
· Ataxiofobia – medo de ataxia (descoordenação muscular)
· Ataxofobia – medo de desleixo
· Atazagorafobia – medo de ficar esquecido ou ignorado
· Atelofobia – medo de imperfeições
· Atefobia – medo de ruínas
· Atomosofobia – medo de explosões atômicas
· Atiquifobia – medo do fracasso
· Aurofobia – medo de ouro
· Autofobia Medo de ficar só ou sozinho
· Automatonofobia medo de boneco do ventríloquo, criaturas animatrônicas, estátuas de cera (qualquer coisa que represente falsamente um ser sensível)
· Automisofobia Medo de ficar sujo
· Aviofobia ou aviatofobia – Medo de voar de avião
· Azinofobia medo de apanhar do pai

B
· Bacilofobia ou Bacteriofobia – medo de bactérias
· Balistofobia – medo de mísseis
· Basofobia ou basifobia – medo de andar ou cair (inabilidade de ficar em pé)
· Batofobia – medo de profundidade
· Botanofobia – medo de plantas
· Batofobia – medo de alturas ou ficar fechado em edifícios altos
· Batracnofobia – medo de anfíbios (como sapos, salamandras, rãs, etc.)
· Belonofobia – medo de alfinetes e agulhas (aiquimofobia)
· Blennofobia – medo de limo ou coisas viscosas
· Brontofobia – medo de trovões e relâmpagos
· Biofobia – medo da vida

C
· Cacorrafiofobia – medo de fracasso ou falhar
· Caetofobia – medo de pêlos
· Cainofobia ou cainotofobia – medo de novidades
· Catagelofobia – medo do ridículo (estar ou ser)
· Catapedafobia – medo de saltar de lugares baixos ou altos
· Catoptrofobia – medo de espelhos
· Cenofobia ou centofobia – medo que caracteriza-se pela aversão e medo mórbido de sentir inquietação de grandes espaços abertos.
· Cimofobia – medo de ondas ou de movimentos parecidos com ondas
· Cinetofobia ou cinesofobia – medo de movimento
· Cinofobia – medo de cães
· Cipridofobia, ciprifobia, ciprianofobia, ou ciprinofobia – medo de prostitutas ou doença venéreas
· Ceraunofobia – medo de trovão
· Copofobia – medo da fadiga
· Corofobia – medo de dançar
· Coniofobia – medo de poeira (amatofobia)
· Cosmicofobia – medo de fenômenos cósmicos
· Crometofobia ou crematofobia – medo de dinheiro
· Cromofobia ou cromatofobia – medo de cores
· Cronofobia – medo do tempo
· Cronomentrofobia – medo de relógios
· Claustrofobia – medo de espaços confinados
· Cleitrofobia ou cleisiofobia – medo de ficar trancado em lugares fechados
· Cleptofobia – medo de ser roubado
· Climacofobia – medo de degraus (subir ou cair de degraus)
· Clinofobia – medo de ir para cama
· Clitrofobia ou cleitrofobia – medo de ficar fechado
· Cnidofobia – medo de cordas
· Cometofobia – medo de cometas
· Coimetrofobia – medo de cemitérios
· Contreltofobia – medo de abuso sexual
· Coprofobia – medo de fezes
· Coulrofobia – medo de palhaços
· Cremnofobia – medo de precipícios
· Criofobia – medo de frio intenso, gelo ou congelamento

D
· Deipnofobia – medo de jantar e conversas do jantar
· Demonofobia ou demonofobia – medo de demônios
· Demofobia – medo de multidão (Agorafobia)
· Dendrofobia – medo de árvores
· Dermatosiofobia, dermatofobia ou dermatopatofobia – medo de doenças de pele
· Dextrofobia – medo de objetos do lado direito do corpo
· Diabetofobia – medo de diabetes
· Dinofobia – medo de vertigens ou redemoinho
· Diplofobia – medo de visão dupla
· Dipsofobia – medo de beber
· Disabiliofobia – medo de se vestir na frente de alguém
· Dismorfofobia – medo de deformidade
· Distiquifobia – medo de acidentes
· Domatofobia ou oiquofobia – Medo de casas ou estar em casa
· Dorafobia – medo de pele de animais
· Dromofobia – medo de cruzar ruas

E
· Eisoptrofobia – medo de espelhos ou de se ver no espelho
· Electrofobia – medo de eletricidade
· Eleuterofobia – medo da liberdade
· Elurofobia – medo de gatos (ailurofobia)
· Emetofobia – medo de vomitar
· Enoclofobia – medo de multidão
· Enosiofobia ou enissofobia – medo de ter cometido um pecado ou crítica imperdoável
· Entomofobia – medo de insetos
· Epistaxiofobia – medo de sangrar do nariz
· Epistemofobia – medo do conhecimento
· Equinofobia – medo de cavalos
· Eremofobia – medo de ficar só
· Ereutrofobia – medo de ficar vermelho
· Ergasiofobia – medo de trabalhar ou de operar (cirurgião)
· Ergofobia – medo do trabalho
· Eritrofobia, eritofobia ou ereutofobia – medo de luz vermelha ou do vermelho
· Eretofobia – medo do ato sexual propriamente dito.
· Esciofobia ou esciafobia – medo de sombras
· Escolecifobia – medo de vermes
· Escopofobia ou escoptofobia – medo de estar sendo olhado
· Escotofobia – medo de escuro
· Escotomafobia – medo de cegueira
· Esfecsofobia – medo de marimbondos
· Espectrofobia – medo de fantasmas ou espectros
· Estasibasifobia ou estasifobia – medo de ficar de pé ou andar (ambulofobia)
· Estaurofobia – medo de cruz ou crucifixo
· Estenofobia – medo de lugares ou coisas estreitas
· Estigiofobia – medo do inferno

F
· Fagofobia – medo de engolir ou de comer
· Falacrofobia – medo de tornar-se careca
· Farmacofobia – medo de tomar remédios
· Febrifobia, fibrifobia ou fibriofobia – medo de febre
· Fengofobia – medo da luz do dia ou nascer do sol
· Felinofobia – medo de gatos (ailurofobia, elurofobia, galeofobia, gatofobia)
· Filemafobia ou filematofobia – medo de beijar
· Filofobia – medo de enamorar
· Filosofobia – medo de filosofia
· Fobia Social – medo de estar sendo avaliado negativamente (socialmente)
· Fobofobia – medo de fobias
· Fonofobia – medo de barulhos ou vozes ou da própria voz; de telefone
· Fotoaugliafobia – medo de luzes muito brilhantes
· Fotofobia – medo de luz
· Fronemofobia – medo de pensar
· Ftisiofobia – medo de tuberculose

G
· Galeofobia ou gatofobia – medo de gatos
· Gamofobia – medo de casar
· Gefirofobia, gefidrofobia ou gefisrofobia – medo de cruzar pontes
· Geliofobia – medo de rir
· Geniofobia – medo de manter a cabeça erguida
· Genofobia – medo de estrangeiros
· Gerascofobia – medo de envelhecer
· Gerontofobia – medo de pessoas idosas
· Geumafobia ou geumofobia – medo de sabores
· Gimnofobia – medo de nudez
· Ginofobia ou ginefobia – medo de mulheres
· Glossofobia – medo de falar ou tentar falar em publico
· Gnosiofobia – medo do conhecimento

H
· Hadefobia – medo do inverno
· Hagiofobia – medo de santos ou coisas santas
· Hamartofobia – medo de pecar (pecados)
· Hafefobia ou haptefobia – medo de ser tocado ou de tocar em alguém ou em alguma coisa
· Harpaxofobia – medo de estar sendo roubado
· Hedonofobia – medo de sentir prazer
· Heliofobia – medo do sol
· Hemofobia, hemafobia ou hematofobia – medo de sangue
· Heresifobia ou hereiofobia – medo de desafiar a doutrina oficial (governo)
· Herpetofobia – medo de répteis ou coisa que arrastam
· Heterofobia – medo do sexo oposto (sexofobia)
· Hidrargiofobia – medo de medicamentos mercuriais
· Hidrofobia – medo de água
· Hidrofobofobia – medo de raiva (doença)
· Hielofobia ou hialofobia – medo de vidro
· Hierofobia – medo de padres ou coisas sacras
· Higrofobia – medo de líquidos ou umidade
· Hilefobia – medo de materialismo ou de epilepsia
· Hilofobia – medo de florestas
· Hipengiofobia ou hipegiafobia – medo de responsabilidade
· Hipnofobia – medo de dormir ou ser hipnotizado
· Hipofobia – medo de casas
· Hipopotomonstrosesquipedaliofobia – medo de palavras grandes
· Hipsifobia – medo de altura
· Hobofobia – medo de bêbados ou mendigos
· Hodofobia – medo de atravessar estradas
· Hormefobia – medo de ficar abalado ou chocado
· Homiclofobia – medo de neblina
· Hominofobia – medo de homens
· Hoplofobia – medo de armas de fogo
· Homofobia – medo de gays

I
· Iatrofobia – medo de ir ao médico ou ao doutor
· Ictiofobia – medo de peixe
· Ideofobia – medo de idéias
· Ilingofobia – medo de vertigem ou sentir vertigem quando olha para baixo
· Iofobia – medo de veneno
· Insectofobia – medo de insetos
· Isolofobia – medo da solidão, de estar sozinho, o medo de ficar isolado
· Isopterofobia – medo de cupins

J
· Japanofobia – medo de japoneses

L
· Lachanophobia ou lachanofobia – medo de vegetais
· Laliofobia ou lalofobia – medo de falar
· Leprofobia ou leprafobia – medo de lepra
· Ligirofobia – medo de barulhos
· Ligofobia – medo de escuridão
· Lilapsofobia – medo de furacões
· Limnofobia – medo de lagos
· Linonofobia – medo de cordas
· Lissofobia – medo de ficar louco
· Liticafobia – medo de processos (civil)
· Locquiofobia – medo de nascimento (criança)
· Logizomecanofobia – medo de computadores
· Logofobia – medo de palavras
· Luefobia – medo de sífilis (lues)

M
· Mageirocofobia – medo de cozinhar
· Maieusiofobia – medo da infância
· Malaxofobia – medo de amar (sarmassofobia)
· Maniafobia – medo de insanidade
· Mastigofobia – medo de punição
· Mecanofobia – medo de máquinas
· Megalofobia – medo de coisas grandes
· Melanofobia – medo de cor preta
· Melissofobia – medo de abelhas
· Melofobia – medo ou ódio de música
· Meningitofobia – medo de doença nervosa
· Merintofobia – medo de ficar amarrado
· Metalofobia – medo de metal
· Metatesiofobia – medo de mudar
· Meteorofobia – medo de meteoros
· Metifobia – medo de álcool
· Metrofobia – medo ou ódio de poesia
· Micofobia – medo ou aversão por cogumelos
· Microbiofobia – medo de micróbios (bacilofobia)
· Microfobia – medo de coisas pequenas
· Mictofobia – medo de escuridão
· Mirmecofobia – medo de formigas
· Misofobia – medo de germens, contaminação ou sujeira
· Mitofobia – medo de mitos, estórias ou declarações falsas
· Mixofobia – medo de qualquer sustância viscosa (blenofobia)
· Molismofobia ou molisomofobia – medo de sujeira ou contaminação
· Monofobia – medo de solidão ou ficar só
· Monopatofobia – medo de doença incurável
· Motefobia – Medo de borboleta e mariposa
· Motorfobia – medo de automóveis
· Musofobia ou murofobia – medo de ratos

N
· Nebulafobia – medo de neblina (homiclofobia)
· Necrofobia – medo de morte ou coisas mortas
· Nelofobia – medo de vidro
· Neofarmafobia – medo de medicamentos novos
· Neofobia – medo de qualquer coisa nova
· Nefofobia – medo de nevoeiros
· Nictofobia – medo da escuridão ou da noite
· Noctifobia – medo da noite
· Nictohilofobia – medo de florestas escuras ou a noite
· Nosocomefobia – medo de hospital
· Nosofobia ou nosemafobia – medo de ficar doente
· Nostofobia – medo de voltar para casa
· Novercafobia – medo da madrasta
· Nucleomitufobia – medo de armas nucleares
· Nudofobia – medo de nudez

O
· Obesofobia – medo de ganhar peso (pocrescofobia)
· Oclofobia – medo de multidão
· Ocofobia – medo de veículos
· Odinofobia ou odinefobia – medo da dor (algofobia)
· Odontofobia – medo de dentista ou cirurgia odontológica
· Oenofobia – medo de vinhos
· Ofidiofobia – medo de cobras
· Oftalmofobia – medo de estar sendo vigiado
· Olfactofobia – medo de cheiros
· Ombrofobia – medo de chuva ou de estar chovendo
· Ometafobia ou omatofobia – medo de olhos
· Oneirofobia – medo de sonhos
· Onomatofobia – medo de ouvir certas palavras ou nomes
· Ostraconofobia – medo de ostras
· Ornitofobia – medo de pássaros

P
· Pagofobia – medo de gelo ou congelamento
· Pantofobia ou panofobia – medo de tudo
· Pantofobia – medo de sofrimento ou doença
· Paralipofobia – medo de responsabilidade
· Parafobia – medo de perversão sexual
· Parturifobia – medo de parto
· Patroiofobia – medo da hereditariedade
· Pecatofobia – medo do pecado (crime imaginário)
· Pediculofobia – medo de piolho
· Pediofobia – medo de bonecas
· Pedofobia – medo de crianças
· Peniafobia – medo da pobreza
· Pirexiofobia – medo de febre
· Pirofobia – medo de fogo
· Placofobia – medo de sepulturas
· Plutofobia – medo de opulência
· Pluviofobia – medo de chuva ou estar chovendo
· Pnigofobia ou pnigerofobia – Medo de estar sendo sufocado
· Pocrescofobia – medo de ganhar peso (obesofobia)
· Polifobia – medo de muitas coisas
· Poinefobia – medo de punição (castigo)
· Ponofobia – medo de trabalho pesado ou de dor
· Potamofobia – medo de rios ou águas correntes
· Potofobia – medo de álcool
· Prosofobia – medo de progresso
· Pselismofobia – medo de gaguejar
· Psicofobia – medo da mente
· Psicrofobia – medo de frio
· Pteromeranofobia – medo de voar
· Ptiriofobia – medo de piolho (pediculofobia)
· Pombofobia – medo de pombo(ave)
· Papirofobia – medo de livros

Q
· Quemofobia – medo de substâncias químicas ou de trabalhar com elas
· Quenofobia – medo de espaços vazios
· Quifofobia – medo de parar
· Quimofobia – medo de ondas
· Quionofobia – medo de neve
· Quinofobia – medo de raiva (doença)
· Quiraptofobia – medo de ser tocada(o)

R
· Rabdofobia – medo de ser severamente punido
· Radiofobia – medo de radiação, raio-x
· Ritifobia – medo de ficar enrugado
· Rupofobia – medo de sujeira

S
· Sarmassofobia – medo de fazer amor (malaxofobia)
· Satanofobia – medo de satã (demônio)
· Selafobia – medo de flashes (luzes)
· Selenofobia – medo da lua
· Seplofobia – medo de material radiativo
· Sesquipedalofobia – medo de palavras grandes
· Sexofobia – medo do sexo oposto (heterofobia)
· Siderodromofobia – medo de trem ou viagem de trem
· Siderofobia – medo de estrelas
· Sinistrofobia – medo de coisas do lado esquerdo, mão esquerda
· Sinofobia – medo de chinês ou cultura chinesa
· Sitofobia ou Sitiofobia – medo de comida ou comer (cibofobia)
· Socerafobia – medo de padrasto ou madrasta
· Sociofobia – medo da sociedade ou de pessoas em geral
· Somnifobia – medo de dormir
· Simmetrofobia – medo de simetria
· Singenesofobia – medo de parentes
· Sifilofobia – medo de sífilis
· Sofofobia – medo de aprender
· Soteriofobia – medo de dependência dos outros
· Surifobia – medo de camundongo (rato)
· Simbolofobia – medo de símbolos

T
· Tacofobia ou Tachofobia – medo de velocidade
· Taeniofobia ou teniofobia – medo de solitária (tênia)
· Tafofobia ou tafefobia – medo de ser enterrado vivo
· Talassofobia – medo do mar
· Tanatofobia ou tantofobia – medo da morte ou de morrer
· Tapinofobia medo de ser contagioso
· Taurofobia – medo de touro
· Teatrofobia – medo de teatro
· Tecnofobia – medo de tecnologia
· Telefonofobia – medo de telefone
· Teleofobia – medo de definir planos ou de cerimônias religiosas
· Teofobia – medo de Deus ou de religião
· Teologicofobia – medo de teologia
· Teratofobia – medo de crianças ou pessoas deformadas
· Termofobia – medo de calor
· Testofobia – medo de fazer provas (escolares)
· Tetanofobia – medo de tétano
· Tiranofobia – medo de tiranos
· Tocofobia – medo de gravidez
· Tomofobia – medo de cirurgia
· Tonitrofobia – medo de trovão
· Topofobia – medo de certos lugares ou situações, que dão medo ou pavor
· Toxifobia, toxofobia ou toxicofobia – medo de se envenenar
· Traumatofobia – medo de traumas (físicos)
· Tripanofobia – medo de injeções
· Triscaidecafobia – medo do número 13
· Tropofobia – medo de mudar ou fazer mudanças

U
· Uranofobia – medo do céu
· Urifobia – aversão e medo mórbido irracional, desproporcional persistente e repugnante a fenômenos paranormais
· Urofobia – medo de urina ou do ato de urinar

V
· Vacinofobia – medo de vacinação
· Venutrafobia – medo de mulher bonita
· Verbofobia – medo de palavras
· Verminofobia – medo de vermes
· Vestifobia – medo de vestir
· Virginitifobia – medo de estupro
· Vitricofobia – medo do padrasto

X
· Xenofobia – medo de estrangeiros ou estranhos
· Xerofobia – medo de secura, aridez
· Xilofobia – medo de objetos de madeira ou de floresta

Z
· Zelofobia – medo de ter ciúmes
· Zeusofobia – medo de Deus ou deuses
· Zoofobia – medo de animais

Fonte  aqui

ATT00018

(imagem da net)

Morre lentamente…

quem se transforma em escravo do hábito,

repetindo todos os dias os mesmos trajectos,

quem não muda de marca.

Não se arrisca a vestir uma nova cor ou não

conversa com quem não conhece.

 

Morre lentamente…

quem faz da televisão o seu guru.

Morre lentamente…

quem evita uma paixão,

quem prefere o negro sobre o branco

e os pontos sobre os “is” em detrimento de um

redemoinho de emoções, justamente as que

resgatam o brilho dos olhos,

sorrisos dos bocejos, corações aos tropeços e

sentimentos.

 

Morre lentamente…

quem não vira a mesa quando está infeliz com

o seu trabalho, quem não arrisca o certo pelo

incerto para ir atrás de um sonho,

quem não se permite pelo menos uma vez na

vida, fugir dos conselhos sensatos.

 

Morre lentamente…

quem não viaja, quem não lê,

quem não ouve música,

quem não encontra graça em si mesmo.

 

Morre lentamente…

quem destrói o seu amor-próprio,

quem não se deixa ajudar.

 

Morre lentamente…

Quem abandona um projecto antes de

iniciá-lo, não pergunta sobre um assunto

que desconhece ou não responde quando

lhe indagam sobre algo que sabe.

 

Evitemos a morte em doses suaves,

recordando sempre que estar vivo exige

um esforço muito maior

que o simples facto de respirar. Somente a

perseverança fará com

que conquistemos um estágio esplêndido

de felicidade.

Pablo Neruda

30a9048f3d4aa60ff69f7ca8245a2a29[1]

Segundo a Agência LUSA, as exigências escolares afectam mais as crianças do que a gripe.

“Mais do que a gripe ou as infecções respiratórias, são as dores de cabeça e de barriga, os vómitos e mal-estar que afectam as crianças no início do ano lectivo, uma “doença” que os pediatras atribuem às exigências escolares.”

“Neste começo do ano escolar, os principais problemas pediátricos não estão a ser a gripe nem as doenças infecciosas, que felizmente têm tido uma expressão muito baixa, mas sim as perturbações do comportamento induzidas por uma escola que está virada para a média”, analisa o presidente da Sociedade Portuguesa de Pediatria.

“Em entrevista à Agência LUSA, a propósito do X Congresso Nacional de Pediatria, que começou esta quinta-feira, em Tróia, Luís Januário alertou para a existência de “muitas crianças que não se coadunam com as exigências médias e que, quando confrontadas com estas exigências, desenvolvem vários tipos de patologia.”

Assim ditam as realidades do quotidiano…

bvcuntitled[1]

A Direcção Geral de Saúde dividiu em 3 grupos de prioridade os indivíduos com indicação para vacinação (Grupo A, B e C), tendo em atenção o risco para complicações pós-infecciosas, o desempenho de funções essenciais e a disponibilidade de vacinas.

Grupos Alvo para Vacinação por Ordem de Prioridades

Grupo A

Profissionais de Saúde:

  • Profissionais que pelo seu número, pela especialização e especificidade das suas funções são dificilmente substituíveis;
  • Profissionais que prestam cuidados a doentes de alto risco (por ex. em unidades de transplante);
  • INEM e ambulâncias do Sistema Integrado de Urgência Médica (profissionais envolvidos na prestação directa de cuidados);
  • Instituto Português do Sangue (profissionais envolvidos na colheita de sangue);
  • Linha Saúde  24 (enfermeiros agentes da linha);
  • Grávidas no 2º e 3º trimestre (>12ª semana de gestação), com patologia associada;
  • Grávidas no 2º e 3º trimestre (>12ª semana de gestação), sem patologia associada;
  • Doentes com idade superior ou igual a 6 meses e inferior a 65 anos com asma moderada a grave, sob terapêutica crónica (pelo menos durante 3 meses, nos últimos 12 meses) com corticosteróides inalados em doses médias/altas ou sistémicos e/ou internamento por asma em 2009;
  • Doentes com obesidade mórbida, actualmente:
  • Crianças com idade inferior ou igual a 10 anos (IMC > 25)
  • >10 anos e <18 anos (IMC > 35)
  • Adultos > 18 anos (IMC > 40)
  • Indivíduos com doença respiratória crónica desde a infância (ex. fibrose quística, displasia broncopulmonar);
  • Indivíduos com doença neuromuscular com compromisso da função respiratória (ex. distrofia neuromuscular);
  • Doentes imunodeprimidos no decurso de transplantação, terapêuticas biológicas ou neoplasias hematológicas;
  • Titulares de orgãos de soberania e profissionais que desempenham funções essenciais (1ª linha);
  • Cohabitantes de crianças com idade < 6 meses portadoras de doença grave;
  • Excepcionalmente, outras pessoas portadoras de doença crónica grave, por analogia com as contempladas nos pontos anteriores.

Grupo B

  • Doentes com idade < 65 anos e:
  • Diabetes Mellitus insulino-dependente;
  • Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica (DPOC) e outras doenças respiratórias crónicas com insuficiência crónica (ex. fibrose pulmonar, sequelas de tuberculose, pneumoconioses);
  • Doença cardiovascular: cardiopatia congénita, isquémica, hipertensiva, insuficiência cardíaca congestiva, excluindo hipertenção arterial isolada;
  • Doença hepática: atrésia biliar, cirrose, hepatite crónica com alteração da função hepática e/ou terapêutica anti-viral;
  • Doença renal: insuficiência renal crónica, principalmente em doentes em diálise;
  • Doença hematológica: hemoglobinopatias major;
  • Imunodepressão (todas as idades): primária, secundária; nomeadamente infecção por VIH (doentes não integrados no grupo anterior);
  • Asma (doentes não integrados no grupo anterior);
  • Terapêutica mantida com salicilatos em indivíduos com idade < 18 anos (ex. doença reumática auto-imune, doença de Kawasaki);

Profissionais de Saúde:

  • Profissionais em contacto directo com doentes
  • Profissionais que desempenham funções essenciais (2ª linha);
  • Excepcionalmente, outras pessoas portadoras de doença crónica grave, por analogia com as contempladas nos pontos anteriores do Grupo B.

Grupo C

  • Doentes com idade < 6 meses, não incluídos nos Grupos A e B, com doenças crónicas, à semelhança do recomendado para a vacinação da gripe sazonal;
  • Obesidade (IMC > 29)
  • Crianças com idade < 12anos (ou >5 anos, dependendo da disponibilidade de vacinas);
  • Dadores regulares de sangue (2 dádivas nos últimos 12 meses);
  • Estudantes de medicina e enfermagem (anos clínicos);
  • Profissionais que desempenham funções essenciais (3ª linha);
  • Outros, por analogia com as situações anteriores do Grupo C.

Recomendações da DGS

 

12

(imagem aqui)

“Corrigir ajuda.

Encorajar

ajuda ainda mais”

Goethe


Outubro 2009
S T Q Q S S D
« Set   Nov »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  
Pudera eu ter o dom de um poeta ou músico... para ser capaz de colocar em verso ou melodia o sentimento e o valor de uma amizade!

Flickr Photos

Páginas

Os mais clicados

  • Nenhum