Detalhes e Pormenores

Archive for Janeiro 2009

livros1

Juro solenemente

que vou lutar

para boas notas tirar.

Serei estudioso

e persistente

atento

pontual

educado

solidário.

Farei guerra à indolência

grande inimiga da Ciência.

Estarei presente em tudo o que ajudar

a formar a minha inteligência.

E, diariamente,

ao acordar

nestas regras pensarei

e sempre vou recordar

o que um dia jurei.

AD

17

A Espera do Prazer

 

O prazer que tu esperas varia na razão inversa do tempo de o esperares. E da inquietação também. Porque quanto mais esperas e te inquietas, menos prazer ele é. Espera-o no infinito para te não inquietares. E que ele seja depois o prazer que for.
Mas o contrário também é verdadeiro.

Vergílio Ferreira, in “Pensar”

livro-3

(imagem da net)

“… a educação consiste em extrair globalmente da criança e do homem tudo o que têm de melhor, quer se trate do corpo, da inteligência ou do espírito. Saber ler e escrever não é o fim da educação. Este conhecimento é um dos meios que permitem educar a criança, mas não deve ser confundido com a própria educação.”

Gandhi

Aesthetic teaching strategies provide nursing students with unique and memorable experiences.

Exploration of aesthetics modalities fosters the ability to uncover meaning and significance of a situation. Readers theater stimulates these creative and imaginative elements. It envolves a dramatic oral reading of a story by an assembled cast. Through this experience, students describe an enhanced sense of patient empathy, heightened concern for person-centered care, and a valuable opportunity for self-reflection. Aesthetic learning experiences support the development of a caring, humanistic professional.

Karen, P.

20

De tudo o que possuímos fazem parte, principalmente, os amigos.

Schopanhauer

The notion of practice, traditionally understood as the creative and skillful application of knowledge, can be broadned if nursing caregiving is viewed as a lived aesthetic experience. The philosophical connection between practice and aesthetic experience is rooted in the professional values of care and excellence. The Aristotellian meanings of praxis, the notions of which include skillful action, excellence in conduct, and moral and political accountability are explored. These foundational values of nursing, the “felt” qualities of which are richly aesthetic, conduce an experience that is capable of intensifying and furthering meaning, and bringing about heightened awareness of consummatory ideals. Nursing practice, then, is open to a whole new interpretation: one that bears the gift of the real possibility for a unified experience – an experience that would integrate one’s senses, thought, action, and the meaning and value of one’s work. This way of understanding the idea of practice provides a usefull alternative in the thinking about nursing work, professional life, and the professional community.

Katims

A estética é uma capacidade  de percepção e reacção àquilo que se nos apresenta – vitalidade sensitiva – no cuidado de enfermagem é a capacidade de nos sentirmos afectados pela presença do Outro, pelo que se nos apresenta, reagindo de forma adequada, em conjunto com uma sólida formação ética em defesa da vida, da qualidade de vida, da dignidade e liberdade da pessoa humana.

É uma competência humana que advem da imaginação criativa e reprodutora do ser humano enfermeiro. Todos nós temos um ideal de cuidado de enfermagem e independentemente do espaço/tempo, criamos e recriamos o cuidado de enfermagem de acordo com as nossas capacidade de reacção e conhecimento. Baseado na reacção, trata-se de um reflexo condicionado pelos conhecimentos adquiridos ao longo da vida, principalmente na escola de enfermagem, onde se pretende que ao fim de quatro anos, o estudante seja capaz de ser um jovem enfermeiro que aprendeu a pensar e aprendeu a pensar sobre aquilo que pensa.

O princípio da estética do cuidado poderá ser o sentido orientador do ser humano enfermeiro para o Outro (pessoa, família, comunidade, ambiente).

A estética do cuidado é o selo da aliança do enfermeiro com o Outro.

RC


Janeiro 2009
S T Q Q S S D
« Dez   Fev »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  
Pudera eu ter o dom de um poeta ou músico... para ser capaz de colocar em verso ou melodia o sentimento e o valor de uma amizade!

Flickr Photos

Páginas

Os mais clicados

  • Nenhum